Santarém pede volta do Hospital de Campanha

O documento que solicita a reabertura do Hospital de Campanha foi enviado na terça-feira (19) ao governador do Pará, Helder Barbalho. O ofício também pede novos leitos clínicos e intensivos nas unidades hospitalares de Santarém.

A solicitação, feita pelo prefeito, Nélio Aguiar, é uma resposta à alta de casos positivos de Covid-19 para evitar que a cidade enfrente um colapso na saúde por falta de leitos.

O Hospital de Campanha esteve em atividade durante a primeira onda da covid-19 em Santarém. Contava com 120 vagas, sendo 84 leitos clínicos e 36 de UTI. Haviam também 10 leitos clínicos destinados à pacientes indígenas. Suas atividades foram encerradas em setembro de 2020, totalizando mais de 800 atendimentos.

Depois que foi desativado, parte dos equipamentos foram guardados e o restante foi destinado aos Hospitais Regionais do Tapajós e Baixo Amazonas, localizados em Itaituba e Santarém. O município de Juruti também recebeu instrumentos para criação de 10 novos leitos de UTI.

Fonte e foto: ASCOM/Prefeitura de Santarém

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.