Alenquer: Decreto endurece medidas restritivas para controlar o avanço da pandemia

O alto risco de infecção para o novo coronavírus levou a Prefeitura de Alenquer a decretar medidas restritivas mais rígidas para o enfrentamento da pandemia.

O decreto, que entrou em vigor no último sábado (23), proíbe o consumo de bebidas alcoólicas em locais públicos e prevê o toque de recolher, das 22h da noite até às 5h da madrugada do dia seguinte.

O documento também suspende quaisquer eventos que possam gerar aglomerações, com exceção dos religiosos, que podem reunir até, no máximo, 20 pessoas.

Pacientes internados com qualquer comorbidade não podem receber visitas, assim como pessoas sintomáticas ou positivas que estão se recuperando em casa.

O funcionamento de salões de beleza, academias, bares, casas noturnas, praias e balneários está suspenso, da mesma maneira que as aulas da rede pública e privada.

Os estabelecimentos comerciais, casas lotéricas e agências bancárias podem funcionar desde que sejam respeitadas as recomendações de distanciamento e uso obrigatório de máscaras e álcool em gel 70%.

As feiras e mercados públicos podem funcionar até às 13h. Já padarias, mercados de bairros e açougues têm autorização para abrir as portas das 7h às 21h. As demais atividades econômicas, consideradas não essenciais tiveram horário de funcionamento reduzido, das 9h às 15h.

O expediente nos órgãos e repartições públicas do município está restrito a afazeres internos, sem atendimento ao público.

O documento prevê ainda o uso obrigatório de máscaras e punição de R$50 mil, por dia, para estabelecimentos comerciais que descumprirem as regras.

Para denunciar o descumprimento das normas previstas no decreto a população tem à disposição os canais: ouvidoria@alenquer.pa.gov.br e o número (93) 99211 1692.

Foto: Jader Paes/Agência Pará

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.