Sobe para 513 o número de mortes por Covid-19 em Santarém e 99% dos leitos clínicos da rede pública estão ocupados

A última atualização do boletim da covid-19, adicionou mais quatro vítimas nos registros de morte por complicações da doença na cidade. As vítimas são três homens, entre 62 e 87 anos, e uma mulher de 60 anos. Outros quatro óbitos estão sendo investigados.

 A rede hospitalar de Santarém possui 44 leitos de UTI exclusivos para pacientes que lutam contra a covid-19. Desse total, 39 estão ocupados, o que significa que a taxa de ocupação de leitos de UTI está em 84,09% na cidade, sendo 30 leitos ocupados por pessoas que testaram positivo e nove ocupados por pacientes em estado grave que ainda não fizeram ou receberam o resultado do exame. Todos os pacientes na UTI estão internados no Hospital Regional do baixo Amazonas.

Há ainda um paciente na fila de espera para ocupar um leito de UTI.

Já sobre os leitos clínicos, há 103 disponíveis para covid-19 na rede pública. Desse total, 102 estão ocupados, sendo 34 por pacientes positivos e 68 por pacientes que ainda não fizeram ou receberam o resultado do exame. Isso significa que a cidade está com 99,02% dos leitos clínicos para Covid-19 ocupados.

A alta taxa de ocupação de leitos fez o governo do Pará mudar novamente a classificação de risco do Baixo Amazonas. A partir de segunda-feira (01), toda a região estará em bandeira preta, que é a classificação de maior gravidade em uma pandemia e exige que a população fique em confinamento absoluto, em lockdown.

A decisão também foi motivada pela confirmação de que há uma cepa variante no novo coronavírus em circulação no município de Santarém. A variante é capaz de reinfectar pessoas que já pegaram a doença.

Fonte: Ascom/Prefeitura de Santarém. Foto: Agência Pará

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.