Santarém: 100% dos leitos de UTI para covid-19 estão ocupados e 6 pessoas aguardam na fila de espera

A notícia tem se tornado frequente em Santarém. A cidade voltou a atingir 100% da ocupação das Unidades de Terapia Intensiva. A informação foi divulgada no boletim da covid-19, que monitora diariamente os números da pandemia no município.

Com todos os leitos destinados a casos de alta complexidade ocupados, pacientes graves precisam aguardar na fila de espera. De acordo com a última atualização do boletim, há seis pessoas aguardando por uma vaga de UTI.

A crescente demanda por leitos de UTI está relacionada com a alta do número de mortes. Ao todo, 541 pessoas já morreram na cidade, sem contar outros 12 óbitos que não entraram nos registros porque os resultados dos exames ainda não saíram.

Nos últimos dias, o sistema público local de saúde tem funcionado com lotação no limite ou acima da capacidade e os leitos disponíveis de terapia intensiva já não são suficientes para absorver a demanda, que continua a crescer.

A falta de leitos adequados reduz as chances de sobrevivência de pessoas que poderiam se curar, se tivessem acesso ao tratamento a tempo. No dia 1º de fevereiro, logo após a cidade atingir 100% da ocupação pela primeira vez desde o início da segunda onda, pelo menos, cinco pessoas morreram.

Na última sexta-feira (5), a prefeitura voltou a comunicar, via boletim, que os leitos estavam completamente lotados e no sábado (6) o anúncio de lotação total foi feito pela Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa).

A boa notícia é que, segundo o boletim, ainda há vagas de leitos clínicos disponíveis. Para regular o atendimento na UPA, que funcionava com superlotação, a prefeitura recentemente abriu leitos emergenciais no Hospital Municipal e a Sespa aumentou a capacidade do Hospital Regional do Baixo Amazonas. Dos 140 leitos clínicos atualmente disponibilizados para o tratamento de pacientes com covid-19, 28 estão vagos.

Fotos: Agência Pará

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.