Hemopa lança nova campanha de mobilização ‘Doe sangue o ano inteiro’

A Fundação Hemopa lança a campanha “Doe sangue o ano inteiro”. Com a pandemia, o comparecimento de doadores de sangue diminuiu substancialmente, o que compromete o estoque de bolsas disponíveis para a rede hospitalar. 

“A gente sempre lembra a todos que não existe remédio que substitua uma transfusão sanguínea, por isso, é sempre bom repassar essa consciência de que a doação de sangue pode salvar até quatro vidas. E que, sendo pessoas saudáveis, é importante manter a regularidade da doação durante o ano”, ressalta Raquel da Cunha, enfermeira da sala de coleta do Hemopa. 

Mulheres, podem doar sangue de 4 em 4 meses e, homens a cada 3 meses. Samantha Cervantes, enfermeira que atua em UTI Neonatal compareceu ao Hemocentro, em Belém, para fazer a doação. Ela vivencia de perto a situação de pacientes que, muitas vezes, acabaram de nascer e já necessitam de uma bolsa de sangue.

“A gente vê muito paciente que depende desse sangue para sobreviver e aguarda, por vezes, mais de 12 horas, porque não tem bolsa disponível em estoque. Então aproveitei que estou de férias e vim ao Hemopa doar”, afirmou a profissional de saúde.

A Fundação Hemopa cumpre a política de higienização do ambiente que exige os órgãos de vigilância sanitária para o combate ao novo coronavírus. Todas as unidades de coleta de sangue no Pará oferecem um espaço seguro ao doador. As cadeiras de doação são higienizadas com álcool 70% a cada uso e o distanciamento entre elas também foi respeitado.

Como estratégia de atendimento ao público, a Fundação ampliou o atendimento aos sábados, neste mês de fevereiro, em outros 3 municípios. Além de Belém, que já abre em todos os sábados, os municípios de Castanhal, Marabá e Santarém, também passam a atender neste dia.

Fonte e foto: Agência Pará

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.