Há apenas uma vaga de UTI disponível em Santarém e 9 nove pessoas na fila de espera

A prefeitura informou, via boletim atualizado às 21h de domingo (14), que a rede hospitalar de Santarém possui 54 leitos de UTI exclusivos para tratamento de pacientes com covid-19. Desse total, 53 estão ocupados, o que significa que a taxa de ocupação é de 98,15%.

No entanto, o mesmo boletim informa que há nove pacientes na fila de espera para ocupar um leito de UTI. O que significa que, pelo menos, oito pessoas podem não ter acesso ao tratamento apropriado a tempo, pois só há uma vaga disponível.

A falta de leitos adequados reduz as chances de sobrevivência de pessoas que poderiam se curar, se tivessem acesso ao tratamento a tempo.

Mesmo com o empenho das gestões municipal e estadual para criação de novos leitos emergenciais no HMS e no HRBA, o sistema público local de saúde tem funcionado com lotação no limite ou acima da capacidade e os leitos disponíveis de terapia intensiva já não são suficientes para absorver a demanda, que continua a crescer.

Desde o início da pandemia, 569 pessoas perderam a batalha para o novo coronavírus em Santarém. No final de semana foram registradas oito mortes de cinco mulheres e três homens. Há ainda cinco óbitos considerados suspeitos porque os pacientes faleceram com os sintomas da covid-19, mas o resultado do exame ainda não saiu.

Leitos clínicos

Existem 153 leitos clínicos exclusivos para covid-19. Desse total, 126 estão ocupados (82,35%).

Foto ilustrativa: Agência Pará

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.