Hospital de Campanha que está sendo montado em Santarém passa por vistorias

Uma equipe do Corpo de Bombeiros esteve na Escola Estadual Maria Uchoa Martins, para fiscalizar o local, onde vai funcionar o novo Hospital de Campanha de Santarém.

A visita ocorreu na segunda-feira (15). Os bombeiros testaram todas as mangueiras dos hidratantes, o fluxo de água, a posição de cada um deles, além da estrutura e funcionamento do gerador.

O local também recebeu a visita de uma equipe da Vigilância Sanitária do Estado, que verificou se as recomendações solicitadas na última vistoria foram atendidas.

“Na última vistoria da Vigilância, havia sido solicitado uma série de adequações, entre elas um rampeamento às portas, e já foram adequadas. Foram solicitados pontos de energia para ligação dos equipamentos. E se for necessário ampliar os leitos de estabilização para mais de quatro leitos, a estrutura já estará pronta para isso. Então, tudo isso já foi pensado e organizado”, explicou Talita Liberal, coordenadora de Saúde da Secretaria Regional de Governo do Oeste do Pará.

Estrutura

O Hospital de Campanha, que disponibilizará 60 leitos a população em tratamento contra convid-19, está sendo montado na Escola Maria Uchôa, localizada a 800 metros do Hospital Regional do Baixo Amazonas (HRBA).

A abertura da unidade é uma estratégia do estado para desafogar a UPA de Santarém, que funciona exclusivamente para atender casos de Covid-19 e tem registrado fluxo intenso de atendimento, desde o início de fevereiro.

O Hospital de Campanha terá sete enfermarias, com sete leitos cada; uma enfermaria com 16 leitos; uma sala de estabilização, com quatro leitos; posto de enfermagem; farmácia; almoxarifado; sala de estar médico e de enfermagem; uma sala do Núcleo Interno de Regulação; necrotério; sala de paramentação; refeitório; cozinha; setor administrativo; vestiários femininos e masculinos, e salas de descanso da equipe, faturamento, departamento pessoal, expurgo, psicossocial e resíduos.

Foto: Agência Pará

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.