Há apenas 4 vagas de UTI disponíveis em Santarém e 10 pacientes aguardam na fila de espera

De acordo com a mais recente atualização dos números da pandemia em Santarém, 50 dos 54 leitos de UTI disponibilizados para tratamento de pacientes com covid-19, estão ocupados. No entanto, de acordo com o informativo, que foi atualizado às 21h da quarta-feira (17), há 10 pacientes em estado grave na fila de espera por um leito de terapia intensiva. Isso significa que pelo menos seis pessoas podem não ter acesso ao tratamento adequado a tempo.

A falta de leitos adequados reduz as chances de sobrevivência de pacientes que poderiam se curar, se tivessem acesso ao tratamento a tempo.

No penúltimo boletim da covid-19, foram registradas 12 mortes no município e na última atualização, há mais 12 óbitos de pessoas com sintomas do novo coronavírus sendo investigados.

Assim como toda a região do Baixo Amazonas, Santarém está em lockdown desde o dia 1º de fevereiro, no entanto, apesar da prefeitura já ter comunicado que a situação da pandemia estaria se estabilizando, a região ainda é considerada área de alto risco de infecção e quanto mais pessoas ficam doentes, mais sobrecarregado fica o sistema de saúde.

Leitos Clínicos

De acordo com a prefeitura, atualmente há 153 leitos clínicos exclusivos para covid-19 no município. Desse total, 123 estão ocupados, o que significa que a taxa de ocupação de leitos clínicos está em 80,39%.

Nesta quinta-feira (18), 60 novos leitos serão disponibilizados na cidade, com a inauguração do Hospital de Campanha, que foi montado provisoriamente na sede da Escola Maria Uchôa, no bairro Floresta. A unidade vai contar com 54 leitos clínicos e quatro de estabilização.

Fotos: Agência Pará

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.