Covid-19. Nove pacientes aguardam na fila de espera por uma vaga de UTI em Santarém

A rede de saúde pública de Santarém disponibiliza 54 Unidades de Terapia Intensiva para tratamento de pacientes com covid-19 em estado grave, no entanto, 50 já estão ocupadas, de acordo com a última atualização do boletim da covid-19, que ocorreu às 21h da quinta-feira (18).

No entanto, as quatro vagas disponíveis não são suficientes para atender os nove pacientes que aguardam na fila de espera para ocupar um leito de UTI. A falta de leitos adequados reduz as chances de sobrevivência de pacientes que poderiam se curar, se tivessem acesso ao tratamento a tempo. 

O número de mortes na cidade já chega a 588. As duas últimas vítimas são mulheres de 48 e 61 anos. Há ainda outros 12 óbitos sendo investigados no município. As vítimas são pessoas que estavam com sintomas de covid-19, mas morreram antes de receber o resultado do exame. Se forem confirmadas, Santarém vai alcançar a marca de 600 mortes por covid-19.

Leitos clínicos

De acordo com a prefeitura, há 153 leitos clínicos exclusivos para covid-19 em Santarém. Desse total, 123 estão ocupados, o que significa que a taxa de ocupação de leitos clínicos no município está em 80,39%.

O boletim não considerou os novos 60 leitos que foram inaugurados ontem, quinta-feira (18), no Hospital de Campanha de Santarém.

Foto: Agência Pará

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.