Taxa de ocupação de leitos de UTI em Santarém volta a preocupar

Mesmo com a abertura de 10 novos leitos de UTI no Hospital Regional do Baixo Amazonas, que ocorreu na semana passada, a taxa de ocupação nas Unidades de Terapia Intensiva está no limite em Santarém.

Na mais recente atualização do boletim da covid-19, que ocorreu às 21h da quinta-feira (25), a prefeitura informou que mais de 95% dos leitos de UTI reservados para pacientes contaminados e em estado grave, estão ocupados.

Isso significa que 61 dos 64 leitos de UTI disponíveis pela rede hospitalar de Santarém estão ocupados e três estão vagos, porém há quatro pacientes na fila de espera aguardando para ocupar um leito de UTI. Ou seja, pelo menos uma pessoa pode não ter acesso ao tratamento adequado a tempo.

Se não há vaga disponível a tempo, as chances de sobrevivência de pacientes em estado grave reduzem significativamente. E o número de mortes na cidade está relacionado com a disponibilidade de leitos de terapia intensiva. Eles aumentaram significativamente após a cidade registrar 100% da lotação de leitos de UTI pela primeira vez, no dia 1º de fevereiro.

Do início de fevereiro até agora, o número total de óbitos subiu de 514 para 638. Só nas últimas 24 horas, foram oito mortes confirmadas, sem considerar outras sete que estão sob investigação.

Sobre o número de leitos clínicos disponíveis, existem 138 leitos exclusivos para pacientes com covid-19. Desse total, 120 estão ocupados, o que significa que a taxa de ocupação no município está em 86,95%.

Foto: Agência Pará

COVID-19 MATA MAIS 8 PESSOAS EM SANTARÉM E OUTRAS 7 MORTES ESTÃO SENDO INVESTIGADAS

SANTARÉM REGISTRA 78 NOVOS CASOS POSITIVOS PARA COVID-19

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.