PRF apreende comprimidos de anfetamina com motorista de caminhão na BR-230

A Polícia Rodoviária Federal segue atuando com fiscalizações na Transamazônica. Nesta segunda-feira (1º), uma cartela de comprimidos de anfetamina foi encontrada com o motorista de uma carreta, após ele obstruir a via ao tentar realizar uma manobra.

Ao ir checar o motivo da obstrução, os policiais perceberam que o motorista estava com sinais de alteração psicomotora e resolveram fazer uma vistoria, quando encontraram 10 comprimidos da droga sintética no bolso da roupa do condutor.

Apesar de ilegal, o uso de anfetaminas por caminhoneiros não é incomum no Brasil. Eles recorrem à droga, conhecida pela categoria como “rebite”, porque precisam se manter em alerta durante várias horas sem descanso para cumprir prazos.

No entanto, quando o efeito estimulante passa, motoristas com privação de sono voltam a ter sonolência, o que prejudica a atenção e o bom desempenho na direção, aumentando as chances do condutor causar um acidente.

Além de danos cerebrais, a droga causa taquicardia, aumento da pressão sanguínea e age na pupila dos olhos, produzindo dilatação, efeito que ofusca a visão dos motoristas à noite, quando passam por carros na direção contrária, devido aos faróis acesos.

O condutor da carreta e os comprimidos apreendidos na BR-230 foram apresentados à Polícia Civil de Itaituba.

Foto: PRF/Divulgação

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.