Placas decreta lockdown para conter avanço da covid-19

O município de Placas, no oeste do Pará, está em lockdown. A medida foi uma recomendação do Ministério Público do Estado do Pará (MPPA) para conter o avanço da pandemia.

Com a determinação, a circulação de pessoas nas ruas fica proibida no município até 4 de abril. Apenas profissionais que estejam trabalhando com delivery, idas aos supermercados, farmácias, ou deslocamento para hospitais, postos de saúde e clínicas veterinárias estão permitidos.

Com o lockdown, salões de beleza, barbearias, academias e bares estão proibidos de funcionar e apenas serviços relacionados a saúde, alimentos e abastecimento podem abrir. No entanto, no caso de restaurantes e lanchonetes, o funcionamento está condicionado à modalidade delivery.

O decreto municipal também antecipa os feriados de Tiradentes, Dia do Trabalho e Corpus Christi, para os dias 29, 30 e 31 de março, a fim de manter as pessoas em casa.  

A fim de garantir o cumprimento das medidas sanitárias, serão montadas barreiras no município com apoio da Polícia Militar nas principais vias de acesso de Placas.

Além de lockdown, o MPPA também recomendou a adoção de estratégias para a continuidade da vacinação contra Covid-19 e atendimento da população em situação de vulnerabilidade alimentar.

A justificativa é que o único hospital que possui leitos de UTI para atender os municípios da região transamazônica está com todas as vagas ocupadas há dias.

Ainda segundo o MPPA, houve um crescimento de 56% no número de internações por covid-19 na região Xingu no comparativo entre 2021 e a fase mais crítica da pandemia em 2020, evidenciando um recorde de infecções que necessitam de internações, mesmo considerando a baixa testagem na região.

Foto: Ascom/Prefeitura de Placas/Site

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.