Debaixo d’água: bombas de sucção e passarelas são instaladas em áreas alagadas de Santarém 

Quem visita o centro comercial de Santarém ou a Avenida Tapajós nota que a paisagem está diferente. A cheia é um fenômeno comum durante o período de inverno, mas neste ano os transtornos causados pela subida dos rios estão mais evidentes.

O nível do rio Tapajós já ultrapassa a marca de 8m, e o trânsito na Avenida Tapajós está parcialmente interditado.

Para amenizar os transtornos causados pela cheia, equipes das secretarias de Infraestrutura e de Urbanismo estão montando passarelas e instalando bombas de sucção nas áreas mais críticas.

Para que pedestres continuem tendo acesso às lojas do centro comercial, na Avenida Lameira Bittencourt, entre as Travessas 15 de Agosto e Francisco Corrêa e no cruzamento com a Travessa dos Mártires foram implantadas passarelas.

Além das passarelas, foram instaladas até agora 10 bombas de sucção que funcionam 24 horas por dia, na Avenida Tapajós.

“O trecho da Lameira Bitencourt tem sido o mais afetado porque a água do rio está entrando pela galeria. Por conta disso, a Prefeitura já instalou mais 5 bombas ao longo da orla e estamos montando passarelas para facilitar o acesso do pedestre e minimizar os prejuízos no comércio ”, informou o gestor municipal, Nélio Aguiar.

Foto: Ascom/Prefeitura de Santarém

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.