Projeto conscientiza crianças e adolescentes sobre os riscos de empinar pipas perto da rede elétrica

Durante o período das férias escolares, entre julho e agosto, o projeto “Irradiando Cultura: com pipas e outras artes” percorre 10 municípios do Pará, com o objetivo de levar conscientização para crianças e jovens sobre os riscos de empinar pipas perto da fiação elétrica. O projeto ocorre em Santarém nesta sexta (23) e sábado (24), no residencial Salvação e na praça do skate, respectivamente. As atividades iniciam às 16h e serão gratuitas.

De acordo com a Equatorial Pará, o número de quedas de energia ocasionadas por pipas em todo o estado cresce anualmente. Em 2017, foram registradas 2.000 interrupções, em 2018, o número subiu para 2.100 e, em 2019, 3.116. Por isso, para Alex Fernandes, executivo de segurança da distribuidora de energia, é importante discutir e levar informação de qualidade para o público que se diverte com a atividade.

“É uma brincadeira saudável, mas que deve ser praticada com segurança, longe da rede de distribuição de energia, justamente por conta dos riscos associados à indução e choques. Além da questão do perigo à saúde, temos a interrupção do fornecimento por conta das pipas que ficam entrelaçadas na rede e, por ventura, acabam ocasionando curto-circuito, trazendo prejuízos não só para a distribuidora, mas, também, à população geral”, destaca.

Ações

O projeto tem o intuito de levar ações, com várias expressões de arte, ao público jovem, para que este possa ter acesso à cultura e, ao mesmo tempo, tome consciência dos riscos de brincar em áreas de perigo à vida.

Segundo Sandro Santarém, produtor executivo do Irradiando Cultura, a programação, em todas as cidades, terá contação de histórias, brincadeiras lúdicas, teatro de bonecos e rodas de conversa.

“Os acidentes que envolvem energia elétrica muitas vezes são fatais. Queremos orientar os jovens e suas famílias para que pratiquem a atividade em locais abertos, mais seguros. Por isso, vamos utilizar diversas expressões culturais para passar a nossa mensagem”, pontua.

O Irradiando Cultura também produziu o aplicativo “Mestre das Pipas”, disponível nas lojas digitais tanto para android quanto ios, que é um jogo de perguntas e respostas, que pontua aqueles que acertarem mais sobre a brincadeira e os cuidados que devem ser tomados.

O projeto mobilizou também o grupo “Gang do Eletro”, que gravou um clipe, de forma didática, mostrando os riscos que se corre ao empinar pipas em ruas e locais com fiação. Além disso, os dois maiores times do Norte se juntaram à causa. Atletas de Remo e Paysandu divulgarão em suas redes sociais mensagens e orientações para quem deseja se divertir de forma segura.

Foto: Ascom/Equatorial Pará

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.