O clube de motoqueiros abutres foram acusados de terem agredido um ex-integrante do grupo

A acusação foi registrada na manhã desta terça-feira (18) na delegacia de polícia Civil. Segundo a vítima, ela estava em uma casa de shows quando foi abordada e agredida por membros do grupo do qual já fez parte. O motivo que teria levado a agressão seria o fato de os membros do grupo abutres não aceitarem que ex-membros façam parte de qualquer outro clube.

As câmeras de segurança do local onde tudo aconteceu registraram o fato. A vítima foi agredida em via pública por cerca de seis indivíduos. Ela teve a camisa que vestia (do clube que faz parte) arrancada a força e levada pelos indivíduos. Segundo a vítima, um dos agressores estava armado e é sargento da polícia.

 

Confira a matéria completa no ROTA:

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.