É expedido mandado de prisão contra suspeitos de participarem de estupro a jovem em Monte Alegre

As investigações sobre o estupro a uma jovem, que teria ocorrido na madrugada do dia 24 de fevereiro no município de Monte Alegre, levou a dois suspeitos, cujo mandado de prisão foi expedido na manhã desta sexta-feira (25). Um dos suspeitos está detido, na delegacia de Monte Alegre, enquanto que o outro encontra-se foragido.

A família da vítima acusa o empresário Nelson Carvalho, dono do bar onde ele supostamente teria drogado a jovem. A partir de investigações, encontrou-se fortes indícios contra dois dos cinco suspeitos, e a partir de então iniciou-se o monitoramento dos mesmos. Foi então que a polícia notou uma mudança na rotina de Nelson, que fugiu antes que a prisão pudesse ser realizada.

Em conversa com a nossa equipe de reportagem, Paulo Medeiros, que é advogado de defesa de Nelson, afirmou que não há provas o suficiente contra o seu cliente. Ele também insinuou que as acusações contra Nelson são injustas, comparando-o com Jesus Cristo.

 

Confira a matéria na íntegra:

PARTE 1:

PARTE 2:

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.