Jovem que assassinou o padre José Ronaldo é condenado a 19 anos de prisão

O júri popular do réu Cristian Roberto da Silva, de 20 anos de idade, aconteceu na última quinta-feira (24), em Santarém. O julgamento que durou cerca de 15 horas, teve como resultado a condenação de réu, com a sentença de 19 anos de prisão em regime fechado.

Cristian foi condenado em razão do crime que ocorreu na virada do ano de 2020 para 2021 onde, Cristian teria assassinado o padre José Ronaldo Gomez, com que afirmou que tinha um relacionamento amoroso.

O corpo do padre foi encontrado no dia 3 de janeiro de 2021, em uma residência localizada no bairro Bela Vista do Juá, e Cristian foi ligado ao caso pois no dia do crime, ele sofreu um acidente no carro que era utilizado pelo pároco. Cristian teria pegado o carro para fugir após ter cometido o assassinato.

Cristian foi preso no dia 11 de janeiro, após ser expedido um mandado de prisão, e permaneceu na penitenciária aguardando o julgamento. No júri, Cristian alegou que cometeu o crime por legítima defesa, mas seu argumento não foi bem recebido pelos 7 jurados, integrantes do júri, que decidiram pela condenação do réu.

 

Confira a matéria na íntegra:

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.